sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Sobre livros

"There, where one burns books, one in the end burns men."
Heinrich Heine (1797 - 1856)


Mais ou menos assim:

"Lá, onde uma pessoa queima livros, ela ao final, queima os homens"


Obs - a frase está na primeira página do livro que eu estou lendo no momento. Mas não conheço o autor - pesquisei na internet e vi que foi um grande poeta alemão. Só isso. Não sei nada mais.

3 comentários:

Elaine disse...

"Para mim , não me sinto viver e pensar senão num quarto onde tudo é a criação e a linguagem de vidas profundamente diferentes da minha, de um gosto oposto ao meu, onde não reencontre nada de meu pensamento consciente, onde minha imaginação se exalte e sinta mergulhada no seio do não-eu; sinto-me feliz (...) então, esta vida secreta, tem-se o sentimento de fechá-la em si quando se vai, tremendo, puxar o ferrolho; de empurrá-la diante de si no leito e de deitar, enfim, com ela nos grandes lençõis brancos que cobrem nosso rosto enquanto, ao lado, a igreja toca para toda a cidade as horas de insônia dos moribundos e dos amorosos." (Sobre a leitura, Marcel Proust)

Elaine disse...

Querida e alegre amiga!
Não resisto ao impulso de me levantar e ir à minha biblioteca, no momento em que leio seus posts...Quer dizer que estou virando uma "mama", é??? Nada disso! sou apenas a Elaine - quase jovem - que ama ler, ama livros e ama, acima de tudo pessoas jovens, espirituosas e inteligentes!!! Viu, santa???
bjs Elã

Andréa disse...

Elaine,

Vc, mama? Nunca. Pra mim você é essa mesmo que vc descreveu.

Aliás, impossível pensar em você como mãe de uma "mulher" como a Mari. Para mim, há um pequeno deslize do destino e vocês são irmãs.

Beijos