quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Samba do Veloso (Tempo de amor)



De Vinícius e Baden:
Ah, bem melhor seria
Poder viver em paz

Sem ter que sofrer

Sem ter que chorar
Sem ter que querer
Sem ter que se dar

Mas tem que sofrer

Mas tem que chorar
Mas tem que querer
Pra poder amar

Ah, mundo enganador
Paz não quer
Mais dizer adeus

Ah, não existe
Coisa mais triste que ter paz
E se arrepender, e se conformar
E se proteger de um amor a mais


O tempo de amor

É tempo de dor

O tempo de paz
Não faz nem desfaz

Ah, que não seja meu

O mundo onde o amor morreu

Obs - pela primeira vez coloquei uma foto minha aqui e no msn. Um passageiro querido que tirou antes de embarcarmos de volta pra SP nessa última viagem. Eu - acabada. Mas gostei. Mudar um pouco faz bem.

2 comentários:

Veneranda Pedroza disse...

Aaahhhh... que lindo...tocante o poema... ou será que sou que ando meio sensível? rs
E na foto não tem ninguém com cara de acabada... adorei!
Bjos

Elaine Cuencas disse...

Nem sei...
precisa mesmo disso tudo?
não dá prá ficar quietinha num canto
sem chorar, nem doer?
não dá pra viver alegre leve viva?
não dá pra se entender?
não dá?
nem sei
não sei
sei lá...