terça-feira, 4 de novembro de 2008

Maya Angelou (1928- )


Por razões óbvias é dela que quero falar no dia de hoje. Escritora, educadora, produtora, ativista pró-movimentos de direitos civis e muito mais.

"Still I rise" é um dos poemas que mais me emociona. E nestes últimos dias com Obama ainda mais.

Mas depois volto aqui e conto.

Um comentário:

Elaine disse...

Lá vem o navio negreiro
Cheio de melancolia
Lá vem o navio negreiro
Cheinho de poesia...

Lá vem o navio negreiro
Com carga de resistência
Lá vem o navio negreiro
Cheinho de inteligência.
(Solano Trindade - (1908-1973)

[]s, Elaine