segunda-feira, 17 de agosto de 2009

6 leitores

Queridos 6 leitores,

Voltei. Nada de criatividade. Sei lá. Mas aí pego meus livrinhos e me animo. E vejo que só falo dos mesmos autores. Mas o blog é meu, né? Então tá excelente.

"Para que você faz das cartas telegramas - você pensa que as
palavras custam caro?
Como foi que eu comecei da última vez?
Ele chegou que nem uma ferinha.
A fera presa e previsível na
Escadaria.
Meu coração alhures.
Acalmo a ferinha? Deixo passar? Valeu a importância gasta?
Apenas esquentando.
A fera dá preguiça, coração alhures."

Ana C. César. De "Inéditos e Dispersos".

Obs - só eu tive que procurar no dicionário o que é "alhures"? Tá bom então. Quer dizer: em outro lugar.

6 comentários:

Elaine Cuencas disse...

Alhures!
Quero sempre estar alhures...
Nem aqui nem ali nem acolá
Alhures
Deslumbrante paisagem, alhures
Olhar misterioso, alhures
Encontro inesperado, alhures
"Sempre está onde a pomos e nunca a pomos onde estamos"
Alhures

bjs, Um dos 6

Anônimo disse...

A titia Cuencas tava inspirada, né?
Na verdade, é a minha concentração que está alhures.
Tô algo mais ou menos assim:
'Por favor conecte-se ou selecione a opção: trabalhar off-line1'

BRUNO SOARES DE OLIVEIRA
Mais um dos 6[ talvez o mais moço, ou bobo...sei lá]

PS1: LEIA OUVINDO: Ando meio desligado-Marisa Monte

Andréa disse...

Bruno,

Elaine SEMPRE está inspirada, é que ela não demonstra. Fica na dela. Deixa os outros brilharem. Bem bobinha.

Beijos!!!
Andréa

Michelle Freitas disse...

Não sei por qual razão eu lembrei de Ferreira Gullar, ou sei?
----------------------------------
Um instante


Aqui me tenho
Como não me conheço
nem me quis

sem começo
nem fim

aqui me tenho
sem mim

nada lembro
nem sei

à luz presente
sou apenas um bicho
transparente

Veneranda Pedroza disse...

Post movimentado, inspirado, gostoso de ler...
Passei e não resisti a deixar um beijo pra ti e para os outros 5 leitores.
Bjs!

Andréa disse...

Michele,

O poema é lindo. Devo confessar minha ignorância (Ferreira Gullar) - conheço pouquíssimo.

Veneranda,

Obrigada meu bem.


Beijos queridas,
Andréa