quinta-feira, 29 de abril de 2010

Lucro

Primeira estrofe

"à noite
fantasmas das coisas não ditas
sombras das coisas não feitas
vêm
pé ante pé
mexer em seus sonhos"


Paulo Leminki. Caprichos e Relaxos. Página 93.

6 comentários:

Mari Aldrigui disse...

Ah, os fantasmas...
Ah, os sonhos...

Feliz de quem pode dividi-los, e compartilha-los.

Elaine Cuencas disse...

E deixar no travesseiro um traço de melancolia...insonia que se m istura às lembranças de coisas ditas e não ditas...
bjs,

Veneranda Pedroza disse...

É isso o que acontece então???
Sempre me perguntei quem mexia nos meus sonhos enquanto eu dormia...

Bjos

Andréa disse...

Os comentários de vocês são lindos... Obrigada por estarem aqui, meninas.
Um beijo,

Luiz Trigo disse...

esses são os verdadeiros fantasmas... e tão fácil de exorcizar.

Vc já leu The courage to be? do Paul Tilich. Se enconttar, agora, compre. Tem tudo a ver.

Andréa disse...

Trigo,
Não li não!!! Vou pesquisar....
beijos